terça-feira, 24 de março de 2015

Dívida Pública Portuguesa - FEV/2015 - IGCP



Dívida Pública Portuguesa total emitida (FEV/2015) : 228.226.646.971


A dívida teve a seguinte variação média diária nos períodos indicados: 

2015 : + 43.477.477€ (últimos 12 meses terminados em FEV/2015)
2014 : + 35.271.397€
2013 : + 26.667.217€
2012 : + 53.616.271€
2011 : + 63.331.160€
2010 : + 52.132.112€

2009 : + 39.133.457€

Este mês a dívida emitida aumentou cerca de 2.341M€.

Comentários:

1. nos 12 meses terminados no final de FEV/2015, os certificados de aforro e tesouro foram responsáveis por cerca de 40% do aumento da dívida, o que é um bom sinal de poupança interna. Esta poupança fica no país, e o Estado ainda recupera uma parte dos juros pois há retenção via IRS.

2. 8.40% (8.47% no mês passado) do total da dívida é detida, diretamente, por particulares. É o 1º mês, após 19 meses consecutivos em sentido contrário, que esta %% dominui.

É de esperar que a dívida subscrita por particulares caia continue em baixa, embora as notícias recentes de bancos a pagar 0% por depósitos a prazo possam refrear as diferenças.

Até breve!

2 comentários:

Afas Asas disse...

Desde já, parabéns pelo trabalho.
Quando refere que em 2014 tivemos um aumento médio diário de divida de 35M€ significa que multiplicado por 365 em 2014 pedimos emprestados 12'775M€?
AF

Trader disse...

Eu costumo acompanhar os dados do IGCP e do Banco de Portugal.

O IGCP gere a dívida emitida e esta aumentou 35M€ (em média) por dia em 2014. O seu comentário está correto.

O Banco de Portugal desconta os depósitos e liquidez do Estado à dívida emitida. Neste caso considera-se a dívida líquida, e esta aumentou 19M€ (em média) por dia em 2014.

Talvez eu devesse incluir as duas nos meus posts mas, por vezes, a falta de tempo não deixa ter o blog assim tão atualizado..