sexta-feira, 2 de outubro de 2020

Evolução da COVID por municípios



 https://covid19municipiospt.blogspot.com

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Notícias da dívida pública - Início de agosto de 2020



Vejam-se os Títulos e o meu comentário abaixo:

Jornal de Negócios

Dinheiro Vivo

ECO


No corpo de TODAS as notícias está o seguinte: 

" ... a dívida pública líquida de depósitos aumentou 3,6 mil milhões de euros em relação ao mês anterior, totalizando 242,8 mil milhões de euros. ... "


Não preciso dizer mais nada...

Dívida Pública Portuguesa - Jun/2020 - Dados do Banco de Portugal



Evolução da dívida líquida
(as regras de contabilização da dívida líquida foram alteradas e, com isto, os valores assinalados com * não são comparáveis com os seguintes)

(em mil milhões de €)

Junho de 2020 : 242.831 (boletim de agosto de 2020)
Dezembro de 2019 : 235.486
Dezembro de 2018 : 228.301
Dezembro de 2017 : 223.003
Dezembro de 2016 : 218.419
Dezembro de 2015 : 218.093*
Dezembro de 2014 : 208.195*
Dezembro de 2013 : 196.304*
Dezembro de 2012 : 187.900*
Dezembro de 2011 : 170.904*
Dezembro de 2010 : 158.736*

Variação diária da dívida líquida:

2020 : + 24.215.847€ (últimos 12 meses terminados em jun/2020)
2019 : + 19.684.932€ 
2018 : + 14.515.068€
2017 : + 12.558.904€
2016 : + 890.710€
2015 : + 26.065.753€
2014 : + 32.394.521€
2013 : + 23.024.658€
2012 : + 46.437.158€
2011 : + 33.336.986€

Em junho de 2020, os depósitos diminuiram cerca de 67M€ (relativamente a dez/2019) ficando em cerca de 31,7 mil milhões de €.

A dívida aumentou mais em 2018 que em 2017 e ainda mais em 2019 que em 2018.

É certo que a pandemia mudou muita coisa. Mas a tendência de aumento da dívida é visível desde 2018!

Até breve!

terça-feira, 28 de julho de 2020

Execução Orçamental - 2020



Metade de 2020 já passou. Claro que haverá degradação dos saldos.
Sem comentários, aqui estão os numeros dos 12 meses terminados em jun/2020 comparados com os dos 12 meses terminados em jun/2019:

Receita Total : 46,870M€ ( - 2,762M€ ; - 5.6% )

Receitas fiscais : 43,114M€ ( - 2,607M€ ; - 5.7%)

IRS : 14,405M€ ( + 431M€ ; + 3.1%)

IRC : 4,506M€ ( - 1.948M€ ; - 30.2%)
IVA : 16,779M€ ( - 613M€ ; - 3.5%)
ISP : 3,313M€ ( - 157M€ ; - 4.5%)

Despesa Total : 54,305M€ ( + 1,235M€ ; + 2.3%)


Despesa Corrente Primária : 47,442M€ ( + 1,368€ ; + 3.0%)


Despesa de Capital : 2,573€ ( - 278M€ ; - 9.8%)

Despesas com juros : 6,863M€ ( - 133M€ ; - 1.9%)

Saldo Primário : - 572M€ ( piorou 4,130M€ )


Saldo : -7,436M€ ( piorou 3,997M€ ; corresponde a 4.4% do PIB projetado para 2020)

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

Execução Orçamental - 2019



Terminado 2019, segue a comparação com 2018. Só Estado Central!
(Autarquias, Regiões Autónomas e Fundos autónomos entram noutras contas. Estes apresentaram contas positivas: 562M€)

Receita Total : 49,914M€ ( + 2,028M€ ; + 4.2% )

Receitas fiscais : 46,002M€ ( + 1,702M€ ; + 3.8%)

IRS : 13,172M€ ( + 262M€ ; + 2.0%)

IRC : 6,316M€ ( - 23M€ ; - 0.4%)
IVA : 17,843M€ ( + 1,192M€ ; + 7.2%)
ISP : 3,517M€ ( + 232M€ ; + 7.1%)

Despesa Total : 53,883M€ ( + 2,414M€ ; + 4.7%)


Despesa Corrente Primária : 46,715M€ ( + 2,392€ ; + 5.4%)


Despesa de Capital : 2,983€ ( + 981M€ ; + 49.0%)

Despesas com juros : 7,169M€ ( + 22M€ ; + 0.3%)

Saldo Primário : 3,200M€ ( piorou 364M€ )


Saldo : -3,969M€ ( piorou 386M€ ; corresponde a 2.1% do PIB projetado para 2019)


Sou só eu que não vejo contas assim tão boas quanto se mostram nas notícias?

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Dívida Pública - Notícia de jornal



Noticia pescada online:

Dívida pública recua em outubro para 251,4 mil milhões com pagamento antecipado aos credores europeus

A  dívida pública recuou para 251,4 mil milhões de euros em outubro face aos 252,3 mil milhões de euros registados no mês anterior, revelam os dados publicados esta segunda-feira pelo Banco de Portugal.

No mesmo documento:

Dívida na ótica de Maastricht líquida de ativos:

  • Setembro 2019: 232,4 mil milhões de €€
  • Outubro 2019: 234,2 mil milhões de €€ (aumentou, e não foi pouco!)
Na minha humilde opinião, a dívida líquida é que tem de ser tida em conta.

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Gráfico das receitas e despesas do sub-setor estado



Num do posts anteriores, desafiaram-me a mostrar aqui alguns gráfico. Aqui fica um, das receitas e despesas do subsetor Estado.
Estão, portanto, excluídas as autarquias, governos regionais e SS.

(clique no gráfico para visualizar melhor)

A escala no eixo vertical está em milhares de milhão. 50.000€ = 50.000.000.000€

Estes são os dados que constam na execução orçamental e estão excluídos alguns itens da despesa geral do Estado. Estas são as do Estado Central.

Até breve!

Execução Orçamental - out/2019



Não tenho tido tempo para a atualização mensal, mas ficam os dados agora que passaram 10 dos 12 meses de 2019.

Comparamos aqui os períodos

novembro/2017 >> outubro/2018  vs.  novembro/2018 >> outubro/2019

Receita Total : 49,576M€ ( + 2,053M€ ; + 4.3% )


Receitas fiscais : 45,683M€ ( + 1,804M€ ; + 4.3%)

IRS : 14,187M€ ( + 1,540M€ ; + 12.2%)

IRC : 6,656M€ ( + 842M€ ; + 14.5%)
IVA : 17,045M€ ( - 64M€ ; - 0.4%)
ISP : 3,505M€ ( + 107M€ ; + 3.2%)

Despesa Total : 53,884M€ ( + 2,955M€ ; + 5.8%)


Despesa Corrente Primária : 46,215M€ ( + 2,037€ ; + 4.6%)


Despesa de Capital : 3,009€ ( + 1,097€ ; + 57.4%)

Despesas com juros : 7,669M€ ( + 917M€ ; + 13.6%)

Saldo Primário : 3,362M€ ( melhorou 16M€ )


Saldo : -4,307M€ ( piorou 902M€ ; corresponde a 2.3% do PIB projetado para 2019)


Até breve!

domingo, 29 de setembro de 2019

Rácios dívida pública



Acerca desta notícia:

Com dívida de Portugal nos 300%, "imaginem o choque de 2% nas taxas de juro", alerta Horta Osório

fui consultar os dados do Banco de Portugal (Boletim Estatístico set/2019)

K.1.1 Rácios de endividamento em %% do PIB (valores de dez/2015 e jun/2019)

Setor público não financeiro:
167.6 > > 160.4 ( - 7.2 pontos)

Empresas Privadas:
147.5 > > 126.4 ( - 21.1 pontos)

Particulares:
80.4 > > 69.3 ( - 11.1 pontos)

Total:
395.5 > > 356.1 ( - 39.4 pontos)

Apesar de todos estarem a contribuir para o abaixamento da dívida em %% do PIB, nota-se bem o esforço de empresas e particulares e, em menos escala, do Estado. Penso que estes dados não têm em conta os depósitos, que abatem aqui diretamente. No entanto, estes são os números.