quarta-feira, 12 de julho de 2017

Execução Orçamental - MAI/2017 - Comentários



Eu ia escrever algo sobre a execução orçamental até ao final de maio de 2017. Quando vi os números, pensei que seria melhor colocá-los apenas aqui, abstendo-me de comentários:

A página 11 do relatório tem o segundo quadro:

Administração Central (AC)

  • Saldo em 2016 : -1 850,0 milhões de €
  • Saldo em 2017 : -2 508,7 milhões de €
    Piorou 658,7 milhões de €
Segurança Social
  • Saldo em 2016 : 914,6 milões de €
  • Saldo em 2017 : 1 286,0 milhões de €
    Melhorou 371,4 milhões de € 
Coloco estes dois pontos a sua soma é, frequentemente, dada para apresentar o défice, esquecendo que na Segurança Social estão depositadas contribuições, que têm como objetivo garantir reformas e prestações sociais futuras e na Administração Central estão depositados impostos que têm como objetivo gerir e equipar o país para que a nossa sociedade funcione.

Outros números interessantes na gestão dos nossos impostos:

Saldo primário na execução Orçamental do Estado:
  • 792,4 milhões de € (em 2016)
  • 192,2 milhões de € (em 2017)
Até breve!

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Dívida Pública Portuguesa - MAI/2017 - Dados do Banco de Portugal



Evolução da dívida líquida

Dezembro de 2010 : 158.736 mil milhões de €€ (boletim 04/2013)
Dezembro de 2011 : 170.904 (boletim 04/2013)
Dezembro de 2012 : 187.900 (boletim 04/2013)
Dezembro de 2013 : 196.304 (boletim 04/2014)
Dezembro de 2014 : 208.195 (boletim 01/2016)
Dezembro de 2015 : 218.093 (boletim 03/2016)
Dezembro de 2016 : 223.881 (boletim 12/2016)
Maio de 2017 : 228.060 (boletim 07/2017)

Variação diária da dívida líquida:

2011 : + 33.336.986€
2012 : + 46.437.158€
2013 : + 23.024.658€
2014 : + 32.394.521€
2015 : + 26.065.753€
2016 : + 15.814.208€
2017 : + 27.675.497€ (últimos 12 meses terminados em MAR/2017)

Em maio de 2017, os depósitos diminuiram cerca de 25M€ ficando perto dos 23,4 mil milhões de €.
Relativamente aos depósitos no final de maio de 2016, o aumento é cerca de 3,2 mil milhões de euros.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Execução Orçamental - MAI/2017



É a execução orçamental que, com os seus deficits ou superavits leva à contracção de dívida ou permite a sua amortização.

Vamos aos números dos últimos 12 meses, fazenso a comparação entre os períodos que incluem JUN/2015-MAI/2016 e JUN/2016-MAI/2017.

Correspondem aos 7 últimos meses de 2016 e os 5 primeros meses de 2017.

Receita Total : 43,576M€ ( + 124M€ ; + 0.3% )

Das quais :
Receitas fiscais : 39,686M€ ( + 276M€ ; + 0.7%)

IRS : 10,974M€ ( - 1,724M€ ; - 13.6%)
IRC : 5,636€ ( + 543M€ ; + 10.7%)
IVA : 15,295M€ ( + 412M€ ; + 2.8%)
ISP : 3,297M€ ( + 790M€ ; + 31.5%)

Despesa Total : 50,206M€ ( + 1,426M€ ; + 2.9%)

Despesa Corrente Primária : 42,911M€ ( + 1,513€ ; + 3.7%)
Despesa de Capital : 1,681€ ( + 396M€ ; + 30.8%)
Despesas com juros : 7,295M€ ( - 87M€ ; - 1.2%)

Saldo Primário : + 665M€ ( piorou 1,390M€ )

Saldo : -6,629M€ ( piorou 1,303M€ ; corresponde a 3.7% do PIB projetado para 2017)

Até breve!