segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Execução Orçamental Jan-Dez 2011 (comentário)



De referir apenas que, dos 14.5% que a receita aumentou:

  • 9 p.p. devem-se ao fundo de pensões da banca (ainda falta o fundo de pensões do Banco de Portugal... em 2012??)
  • 2 p.p (cálculos meus) devem-se à sobretaxa de IRS;
  • 1.5 p.p (cálculos meus) devem-se ao aumento do IVA de 21% para 23%
Ou seja, em termos comparáveis o aumento deverá estar na casa dos 2%.
O IRC aumentou também bastante (~550M€), embora neste caso não tenha conhecimentos para adiantar a causa deste aumento.

Quanto às despesas, só em juros gastaram-se mais 1.100M€ que em 2010. Sensivelmente aquilo que se gastou a menos com o pessoal... Dinheiro que, em grande parte, saiu da economia do dia-a-dia...

Só no pagamento de pensões (SS+CGA) verificou-se um aumento de 740M€ relativamente a 2010, praticamente totalidade do IRS cobrado a pretexto da taxa extraordinária sobre o subsídio de Natal...

1 comentário:

AvoGI disse...

mas que contas senti-me perdida
kis .=)